Terapia Tradicional Chinesa (Acupuntura)

icon-clinica-acun

Ao contrário do que previam os iluministas, e apesar de toda evolução médico-tecnológico em nenhum momento da história da humanidade a busca pela integração corpo e mente se fez tão presente, como atesta, a busca por alternativas terapêuticas, buscando melhorar qualidade de vida.

A preocupação por uma saúde integral e harmônica, conforme definido pela Organização Mundial de Saúde, ou seja, o completo bem-estar – físico, psíquico e social e não simplesmente a ausência de sintomas -seja tão antiga quanto o homem, o terceiro milênio parece ter-se iniciado com a esperança e com o desejo de se viver mais, porém de forma digna, independente e sem as contínuas mazelas que acometem o ser humano ao longo de seu desenvolvimento.

A Terapia Tradicional Chinesa é uma especialidade que foi desenvolvida na China há mais de cinco mil anos e visa prevenir e tratar as doenças através do equilíbrio das energias circulantes no corpo, pois acreditam que um organismo equilibrado não adoece.

Baseia-se na existência de acupontos, distribuídos ao longo de doze linhas imaginárias, chamados meridianos (coração, fígado, baço-pâncreas, pulmão, estômago, Psicologia e Acupuntura: Primeiras Aproximações rim, circulação-sexo, intestino delgado, vesícula biliar, intestino grosso, bexiga e triplo aquecedor), que percorrem o corpo no sentido vertical, formando pares simétricos nas faces dorsal e ventral da superfície corporal, os quais, devidamente estimulados, normalmente, por agulhas, são capazes de promover uma série de benefícios à saúde do indivíduo.

Segundo a abordagem bioenergética, da qual faz parte a acupuntura, a doença não é um fenômeno alienado no corpo. A acupuntura compreende a integração mente-corpo como um círculo de interação entre os sistemas internos e os aspectos emocionais, passível de ser concretizado através de três tesouros, ou seja, a Essência, o Qi e a Mente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece o uso da acupuntura para vários tipos de patologias, como, por exemplo, enxaquecas, problemas gastrointestinais, alergias e dores diversas. Além disso, vários estudos têm demonstrado que a acupuntura apresenta uma influência profunda sobre os problemas emocionais e mentais, sendo recomendável a combinação dessa técnica com outras psicoterápicas.